madeira

A ideia deste trabalho é o aproveitamento e peças de madeiras de reciclagem, aliados à serragem e materiais que a natureza nos oferece com tanta generosidade !!!!

Seguidores

Translate

sábado, 28 de outubro de 2017

Bonequinhas Açaí no Opa's Haus



Minha homenagem hoje é para o Açaí, e todas as maravilhosas palmeiras da Amazônia. Elas nos fornecem tantas riquezas e tão imensas que só podemos ter gratidão com nosso Criador !!!


Confeccionei minhas pequenas bonecas  com bolinhas de madeira ! Mas hoje elas têm um adorno especial: Um chapéu de palha da palmeira amazônica chamada Jupati !



Estes pequenos chapéus de palha de Jupati, foram confeccionados por artesãos de Belém do Pará, porta de entrada da Amazônia !




Olhem que lindas são as sementes da bela palmeira amazônica Jupati ! 





mas  outra bela palmeira amazônica é o Açaí , com sua maravilhosa cor !!
Minhas pequenas bonecas hoje homenageiam o Açaí !!



Açaí :  O OURO NEGRO DO PARÁ

 Euterpe oleracea Mart. 
O Açaí é uma palmeira da região amazônica que produz um fruto bacáceo de cor roxa, muito utilizado na confecção de alimentos e bebidas.


A Fruta:
A fruta é pequenininha, arredondada e muito roxa, quase preta.

Lembra uma jabuticaba em tamanho reduzido. Tem um caroço grande, e pouca polpa.


Para se obter um açaí saudável, o mais importante é a rapidez desde o "debuio" (que é como se diz lá, para o trabalho de tirar os frutos do cacho) até o processamento.

O açaí é muito rico em antocianina, uma substância anti-oxidante, que ajuda no combate ao colesterol e aos radicais livres. Você já ouviu que um copo de vinho tinto por dia faz bem ao coração? É devido à antocianina da uva. Não é por acaso que a cor do açaí é semelhante à do vinho tinto, porém o açaí tem 33 vezes mais antocianina que a uva. As antocianinas também são potentes corantes naturais.

Além de ser considerado um dos alimentos mais ricos em ferro, o açaí também é rico em fibras, sendo bastante indicado também para pessoas idosas e/ou com mal funcionamento do aparelho digestivo. Por suas características microbiológicas o açaí é considerado uma das mais nutritivas frutas da Amazônia, perdendo apenas pa ra a castanha-do-pará.

Que tal neste verão um sorvete de Açaí?
quem já experimentou sabe que o maravilhoso sabor tem personalidade! 

Lenda indígena do Açaí
 Existia uma tribo indígena muito numerosa onde hoje se encontra a cidade de Belém. Como os alimentos estavam escassos, era difícil conseguir comida para toda a tribo. Então, o cacique Itaki tomou uma decisão muito cruel. Resolveu que, a partir daquele dia, todas as crianças recém-nascidas seriam sacrificadas para evitar o aumento populacional daquela tribo da floresta.
Até que um dia a filha do cacique, chamada Iaçá, deu à luz uma menina que também teve de ser sacrificada. Iaçá ficou desesperada, chorava todas as noites de saudades. Ficou vários dias enclausurada em sua oca e pediu a Tupã que mostrasse ao seu pai outra maneira de ajudar seu povo, sem o sacrifício das crianças.
Certa noite de lua, Iaçá ouviu um choro de criança. Aproximou-se da porta de sua oca e viu sua filhinha sorridente, ao pé de uma grande palmeira. Lançou-se em direção à filha, abraçando-a. Porém, misteriosamente, sua filha desapareceu.
Iaçá, inconsolável, morreu de tanto chorar. No dia seguinte, seu corpo foi encontrado abraçado ao tronco da palmeira. Porém, no rosto, trazia, ainda, um sorriso de felicidade. Seus olhos estavam em direção ao alto da palmeira, que se encontrava carregada de frutinhos escuros. 
Interpretando a cena como uma bendição de Tupã, Itaki mandou apanhar os frutos. Com eles, foi possível fazer um forte e nutritivo suco avermelhado que dava para alimentar todo o povo de Itaki. Em homenagem à filha, Itaki deu à palmeira generosa o nome de Açaí, que significa Iaçã invertido.  Desde aqueles tempos, lá pras bandas da Amazônia, a farturenta palmeira do Açaí alimenta o povo de Itaki e todos os povos indígenas da região.

  Mousse de Açaí


Ingredientes para a mousse
1 litro de açaí
2 xícaras de açúcar orgânico
2 sachês de gelatina sem sabor
1 xícara de água
Ingredientes para as bolinhas de farinha de tapioca
1 xícara de creme de leite
2 claras em neve
1 colher de baunilha
2 xícara e 1/2 de farinha tapioca
4 colheres de açúcar orgânico
Modo de fazer
Comece fazendo a mousse. Esquente a xícara de água e derreta nela a gelatina sem sabor. Coloque-a no liquidificador e bata com o açúcar e o açaí. Pegue uma forma de alumínio e molhe o fundo antes de colocar a mousse. Deixe no congelador por quatro horas.
Enquanto a mousse congela, faça as bolinhas de farinha de tapioca. Na batedeira, bata as claras em neve com o açúcar. Coloque gotas de baunilha e depois o creme de leite. Bata mais uma vez e mistura com a farinha de tapioca. Deixe a mistura descansando por uma hora. Depois faça pequenas bolinhas, como de brigadeiro, e pode servir junto com a mousse pronta.